tweengo

"meu grito silencioso"

Porque a violência tem crescido tanto no México

with 2 comments

Pouco tenho visto noticiado aqui no Brasil é o crescimento da violência no México, principalmente em cidades fronteiriças com os EUA.
Estive na Cidade do México e em Guadalajara em 2001. Achei um país muito rico e seguro na época. México tinha importantes indíces econômicos que superavam o Brasil. México abriu as portas para os EUA com os acordos comerciais como o Nafta. Empresas americanas invadiram o México em busca de mão-de-obra barata e em busca de mercado. Lembro-me de ver vários carros que acabavam de ser lançados nos EUA já nas mão dos mexicanos, enquanto no Brasil contentávamos com modelos fora de linha em outros países, mas que para nós já era bem melhor do que as carroças que o Collor ironizava.
Porém, México vem passando por uma onda de violência jamais vista. Cidades como Juarez e Reynosa viram desertos a noite, e ninguém se atreve a sair de casa. Há assassinatos e chacinas quase todos os dias. Geralmente ligados ao narcotráfico. A sensação de impunidade é total. Assista a esta reportagem interessante sobre Reynosa. Clique aqui.

Para se ter um idéia do crescimento do número de mortes ligadas à violência temos:
– 2007: 2837 assassinatos
– 2008: 6844 assassinatos
– 2009: 9635 assassinatos
– 2010: 3365 assassinatos de jan a março somente
(fonte: MSN latino)

Bom, pelas reportagens e noticiarios você pode dizer que o grande causador da crescente violência é o tráfico de narcóticos. Pois eu digo que não. O tráfico é a consequência de algo que está ruim. Com a pobreza e falta de emprego optam pela droga como meio de vida. Então vem a pergunta, de onde está vindo a crescente pobreza?
Da falta de pretróleo no México. Está acabando o petróleo no México, não tem mais o que exportar e logo logo não terão mais para consumo próprio.
Vejam este gráfico com o declínio da produção de petróleo na Bacia de Cantarell:

O México atingiu o seu “peak-oil”, ou seja, o pico de produção de petróleo em 2004 e a partir de lá é só declínio.
Imagine que 1/3 da verba federal vinha das receitas geradas com a exportação de petróleo.
Com a redução dessa importante receita é de se esperar que haja cortes drásticos de despeas, e cortes em infraestrutura básica para a população como saúde, segurança, saneamento, educação, emprego, crédito, etc. Daí é uma bola de neve para que a população se sucumba como tem acontecido.
Para piorar com a crise financeira mundial de 2008 muitos mexicanos deixaram de enviar dólares aos seus familiares no México, agravando a situação.
Há mais uma agravante. O crescimento populacional. Enquantos os recursos estão se esgotando a população continua crescendo.
Essa é uma das principais causas do “crash” da quebra dos sistemas, dos governos, de um país. Ocorre quando há uma finita produção de recursos versus o rápido crescimento populacional demandando mais e mais recursos.
Não há perspectivas boas para o México.
E nem para o resto do mundo.

Anúncios

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Las causas de la situación actual en México son mucho más complejas y no pueden explicarse únicamente por el pico del petróleo. Yo más bien las buscaría en un sistema político corrupto y autoritario, que no ha permitido una alternancia real del poder a pesar de la opinión mayoritaria de la población; en un sistema judicial colapsado, en donde el 98% de los crímenes quedan impunes; y en un modelo económico agotado, que ha destruido la base productiva nacional. El pico en sí no es el problema, el problema vendrá cuando el consumo de petróleo sea mayor a la extracción. Esto, según la información disponible, ocurrirá alrededor de 2015 y a partir de eso momento podemos esperar cualquier cosa, incluido un colapso del estado-nación mexicano tal como lo hemos conocido.

    hvelarde

    05/10/2011 at 20:52

    • Si, Hector, tal vez culpar solemente el petroleo puede ser demasiado. Hay un conjunto de variables que contibuyen para la crisis. Tienes razon en decir que despues de 2015 la situacion puede quedarse peor. Será una situación constante de déficit. Creo que otro factor es lá migración de la producción de la indústria mexicana para los chinos. Aqui en Brasil tambíen se pasa lo mismo. Las multinacionales buscam bajar los costos y casi no pueden mirar otra salida sino mover la producción para China. Ojala la America Latina no pase por lo mismo que se pasa en la Zona del Euro.

      Alex Ok

      08/10/2011 at 12:04


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: