tweengo

"meu grito silencioso"

Sobre o uso de peles pela Arezzo

with one comment

Nestes últimos dias tenho recebido uma enxurrada de twitts e posts no Facebook condenando a Arezzo de ser uma companhia que faz práticas condenadas pela opinião pública ao utilizar-se de peles de animais como raposa e lebre em suas bolsas, coletes e sapatos.
Acho essa reação coletiva exagerada.
A Arezzo não é a primeira nem a última a vender produtos de pele. Só fazer uma visitinha a lojas como Daslu, lojas da Oscar Freire, shopping Iguatemi.

Usamos pele de outros animais no dia a dia e nem por isso sentimos remorso. O couro de boi, porco, vaca, tilápia, pena de ganso, pena de galinha. Muitos dizem, ah, mas usamos esses animais por completo não só pela pele. Pode até ser, mas continuam sendo animais do mesmo jeito.
Outro argumento é “mas os animais que são usados para retirada do pelo como raposa, chinchila, lebre sofrem muito”. Sim, conforme o método sofrem. Mas os bois, vacas, gansos não sofrem? Até a galinha para botar ovo sofre vivendo confinada durante toda a vida sem espaço para se mexer. E o Foie Gras, já viram como é feito? E todos continuam comendo, sem culpa.

Um movimento semelhante ocorre com o cachorro. Qual o problema de um país como a China e a Coréia de consumirem cachorro?
Faz parte da cultura, do cardápio.

Eu creio que tudo se resume numa coisa. É proibido pela opinião pública consumir animais “bonitinhos”, seja para pele ou para alimentação. Os feios podem ser consumidos.
Não há a mesma reação para utilização de pele da cobra piton, da pele de jacaré, porco, boi, galinha, ganso.

Vejo certa incoerência nessa acusação toda a uma empresa. Na minha opinião podem acusar a Arezzo aqueles vegetarianos que, para evitar o sofrimento animal, optam por não consumirem nada de fonte animal, seja leite, ovo, carne, frango, etc.

Lembro de um amigo que dizia o seguinte: “Gosto tanto de animais que não tenho nenhum animal de estimação”. Ele queria dizer nas entrelinhas que não suportaria privar um animal de sua liberdade de viver livre de qualquer interferência humana.

Anúncios

Written by Alex Ok

18/04/2011 às 16:22

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. concordo, gostaria de saber se esses “criticadores” de plantão usam sapatos de couro ou somente melissa… é uma hipocresia…

    alicia

    24/04/2011 at 20:39


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: